quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Pensamento- consciência--


O que acontece a um pensamento quando ele deixa sua mente consciente? 

Ele não desaparece simplesmente. Você pode aprender a segui-lo, mas normalmente você teme tirar sua atenção da intensidade do foco dele na existência tridimensional. Então, parece que o pensamento desaparece. Também parece que sua subjetividade tem uma misteriosa qualidade desconhecida em relação a isso e que, mesmo que sua vida mental tem uma tendência insidiosa à queda, uma queda subjetiva nas quais os pensamentos e memórias caem, para desaparecer no nada. 

Então, para se proteger, para proteger sua subjetividade da deriva, você erige várias barreiras psicologias ao que você supõe representar  perigo. Ao invés disso, você vê, você pode seguir esses pensamentos e emoções simplesmente percebendo que sua própria realidade continua em outra direção, ao lado dos que você identifica. Pois esses pensamentos e emoções que deixaram sua mente consciente lhe guiarão a outros ambientes. 

Essas aberturas subjetivas através das quais os pensamentos parecem desaparecer são de fato 
como urdiduras físicas, conectando o eu que você conhece com outros universos de experiências  –  realidades aonde os símbolos vêm á  vida e pensamentos não negam seu 
potencial. 

Há uma comunicação entre essas outras realidades e você mesmo em seu estado de sonho, e uma interação constante entre ambos os sistemas. SE há algum ponto aonde sua consciência pareça iludir-se e esquivar-se de você, ou se há algum ponto aonde sua consciência pareça terminar, então esses são os pontos onde você estabeleceu barreiras psíquica e psicológicas essas são, precisamente, as áreas que devem ser exploradas. Caso contrário, você sente como se sua consciência estivesse encapsulada em seu crânio, imóvel e contraída, e cada pensamento perdido ou memória esquecida, ao menos simbolicamente, se parece a uma mom@psicoterapeutas.com.brpequena morte. E esse não é o caso. 

Livro- SETH FALA
Por Jane Roberts

Magna de Oliveira Melo- Neuroeducadora

Treine a lateralidade direita do seu cérebro!

Treine a lateralidade direita do  seu cérebro!
Fale somente as cores. O seu cérebro vai tentar ler as palavras. Desafie-o, usando sua lateralidade direita enquanto o cérebro tenta usar o lado esquerdo. ( esta brincadeira ajuda na concentração e na memória) divirta-se!