sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Monografia

Preparar uma monografia requer tempo e conhecimento, além de decisão precisa sobre um determinado tema e esclarecimento das normas técnicas em conjunto com as normas da Universidade.

É preciso entender, aprender sobre muitas coisas, como, as páginas, a qualidade do trabalho, entre outras coisas. O afeiçoamento pelo tema, deve ser levado em consideração na hora de delimitar o tema, ou seja você deve ter vontade, curiosidade ou necessidade de conhecer sobre o assunto que escolheu.
"As monografias foram adotadas pelo MEC – Ministério de Educação e Cultura – como exigência parcial para a conclusão de cursos universitários, sejam eles de graduação ou pós-graduação. Destina-se, desta forma, a alunos dos cursos de graduação e pós-graduação em fase de conclusão de curso."
Mas acontece que muitas vezes tornamos este processo mais doloroso do que ele realmente é, e fazemos um bicho de sete cabeça em cima disso, passamos noites em claro pensando no trabalho. isso tudo é gerado apenas pela falta de conhecimento sobre como realizar esta tarefa, que é apenas mais uma etapa de todo processo.

É possível fazer um trabalho diferenciado e com mais facilidade, é claro que isso ainda vai exigir que você tenha claro que tem que ir a luta na pesquisa, porém isso tudo pode ficar agradável e você não precisa perder o sono por causa disso.

Caso esteja precisando de orientação na sua monografia, em qualquer aspecto, como, técnico ou um recursos para  sentir capacidade em realizá-la ou apresentá-la, agende uma sessão e saiba como podemos ajudá a passar por essa fase de maneira mais tranquila e eficaz..

Magna O. Melo
Neuroeducadora e Psicopedagoga

Atendimento em Neuroeducação


Magna de Oliveira Melo- Neuroeducadora

Este modelo foi desenvolvido para criar/remodelar as matrizes de inteligência e possibilitar a expressão máxima do potencial inteligente da consciência - genialidade pessoal.

É composto por um conjunto de técnicas, com estrutura mecânica quântica, que permitem neuroprogramar as matrizes de inteligência, segundo planejamento prévio. Esta estratégia de ação permite intervir em áreas específicas do sistema mental, e possibilitar os limitadores matriciais.

Princípio técnico do modelo
 
Colapsamento dirigido de estruturas lógicas, utilizando a imaginação criativa como veículo de trabalho, para alterar as neuroprogramações com limitadores matriciais.

Tem como objetivo criar nova estrutura funcional e conteúdo filosófico possibilitador, produzindo salto quântico na compreensão da realidade em questão.

Várias técnicas de intervenção foram desenvolvidas, seguindo este princípio.


Como é desenvolvido o trabalho
  

. Diagnóstico - levantamento dos limitadores matriciais a serem trabalhados;
. Atendimentos individuais - desenvolvidos por um Neuroeducador, com o propósito de transformar em estruturas possibilitadoras, os limitadores matriciais identificados;
. Acompanhamento - após as intervenções, são realizados alguns encontros periódicos para avaliar os avanços obtidos e possibilitar ainda mais os resultados.

Condições para a realização do trabalho


 A pessoa deve ser normalmente inteligente e capaz de seguir instruções com a imaginação, e desejar se submeter ao processo de neuroprogramações.

  
O que uma pessoa pode esperar deste trabalho

Tornar-se tão genial em suas múltiplas inteligências, quanto o é nas inteligências que constituem o seu conjunto de talentos naturais, possibilitados geneticamente;

Ser tão inteligente quanto a potencialização da malha de informações de seu sistema mental permite ser.

Treine a lateralidade direita do seu cérebro!

Treine a lateralidade direita do  seu cérebro!
Fale somente as cores. O seu cérebro vai tentar ler as palavras. Desafie-o, usando sua lateralidade direita enquanto o cérebro tenta usar o lado esquerdo. ( esta brincadeira ajuda na concentração e na memória) divirta-se!